compartilhe
Se mares for
se afogue
em água rasa.
porque quem passa
irá ver o barulho da imensidão.
Vinicius Cinereo (via racionador)
compartilhe
Já virou rotina a saudade escorrer pelos olhos.
R.R.S
compartilhe

O amor, só é bonito
Aos olhos de quem se flor,
Aos olhos de quem se verso,
Aos olhos de quem lhe peço.

O amor, só é bonito
Aos olhos de quem se ri,
Aos olhos em que te vi
Nos olhos do bem-te-vi.

Com chá, calma e alma,
Venho trazer meu amor, a ti.

Miriã Barros de Azevedo   (via deus-e-poeta)
compartilhe
O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
1 Coríntios 13:4-7.  (via deus-e-poeta)
compartilhe

Intromissão

secretaria-da-morte:

"Minha amiga,

deixa de choro,
deixa de desespero,
deixa de drama.

A mais eterna das paixões
dura apenas uma semana.”

Elias José

compartilhe
Ana queria ser o mar.
Ser cada gota viva da imensidão
ser maré alta e maré baixa.
Inconstante.
Queria ser toda onda que quebra
e toda espuma que morre na praia.
Todo sal que fica depois que a água volta pra nuvens
e todo azul que molha em gotas de chuva jogadas ao mar.
Ana queria ser pra sempre.
Atemporal.
Gigante dentro de si
Dona de suas correntezas.
Outonal  (via outono-na-lua)
compartilhe

Sou feita do instante

Deixe eu permanecer no anonimato.

Meu nome é falso.
Meu lar é imaginário.
Não lute por informações minhas.
Simplesmente escape de mim.
Sou suficientemente patológica para previsão de futuros perfeitos.
Eu sou feita de instantes.
Eu sou o instante do que sinto.
O que sinto em instantes…
Eu sou essa massa de inconstância que já desejou repousar.
Que talvez saiba ser repouso
Mas que ainda não conseguiu ser um pouso para o outro.
Do outro lado nada a dizer.
Tudo a contorcer.
A escapar.
Mas sem escapatória eu escapo.
E as válvulas, quais são?
As válvulas que encapam e já não escapam.
Deixe a ventania me cobrir, porque nenhuma calmaria me será aplicável.
Minha vida é feita de riscos.
Ainda que leves, eles têm o dom de me levar…
Levianos, levitam ao redor.
Só distorcem toda possibilidade de concluir.
E conclusões são sempre chatas!
envolvendo-se